Radiofrequência

radiofacial Para que serve?

Estimula a produção de fibras de colágeno.
Indicada para o tratamento da flacidez tissular, aderências e fibroses, rugas, cicatrizes e queloides.

Como é feita?
A onda eletromagnética de radiofrequência atravessa os tecidos adjacentes e produz aumento da temperatura, promovendo uma vasodilatação, aumento da circulação sanguínea e alteração no tecido colagenoso.

Cuidados Fundamentais:
É contraindicada nos casos de endopróteses ou implantes metálicos, alteração da sensibilidade local, marca-passo, neoplasias, processos infecciosos e em gestantes.

Quer saber um pouco mais sobre a radiofrequência?
Converse conosco ou agende uma avaliação gratuita.